Total de visualizações de página

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Serra diz que que governo Lula desativou mutirões da saúde


O candidato à presidência da República pela coligação "O Brasil Pode mais", José Serra (PSDB) criticou nesta quarta-feira (28) a política do governo federal para o setor de Saúde. "Fico aflito com a situação da saúde. Mas, sabe, até esfrego as mãos por saber quanta coisa boa dá pra gente fazer neste país". Em entrevista à Band Minas, em Belo Horizonte, o candidato atacou a falta de recursos para manter o SUS. Segundo Serra, o governo do presidente Lula desativou mutirões que encurtavam filas como no caso do diagnóstico do câncer de colo de útero e para realização de exames.

José Serra ainda defendeu a concessão de rodovias federais à iniciativa privada. Segundo ele, em São Paulo a experiência tem aprovação de 75% dos usuários, mas negou que pretenda privatizar o setor no geral. Serra criticou o governo federal pelo que chama de falta de investimentos nas estradas federais brasileiras e lembrou que a situação da malha rodoviária em Minas é crítica.

Na entrevista, o ex-governador paulista defendeu, também, o tratamento gratuito para dependentes de drogas. "Precisamos de campanhas eficientes", afirmou, para destacar em seguida a necessidade de maior rigor na fiscalização às fronteiras do País.

Protec
Em Belo Horizonte, antes de viajar em campanha por duas cidades do interior do Estado - Ituiutaba e Patos de Minas - Serra voltou a prometer que, se eleito, irá implantar no país o chamado Protec. O projeto visa ao incentivo financeiro para alunos do ensino técnico e profissionalizante, nos moldes do ProUni. "Temos que começar a cuidar da educação de forma urgente", declarou.

Juliana Prado
Direto de Belo Horizonte

Nenhum comentário: