Total de visualizações de página

domingo, 18 de julho de 2010

Alckmin e o trabalho de "formiguinha" por Serra


O candidato tucano ao governo de São Paulo, Geraldo Alckmin, participou durante a semana de três eventos na capital paulista. Esteve em Santo Amaro, Vila Prudente e Lapa para mobilizar a “infantaria” tucana nos bairros. O mote: “Unidos por São Paulo e pelo Brasil”.
Seus discursos trouxeram críticas ao PT, mas essencialmente municiaram os tucanos com palavras de mobilização em favor do presidenciável José Serra, que trava árdua batalha para desacelerar o crescimento da petista Dilma Rousseff nas pesquisas.
A nuvem de palavras abaixo mostra que, simbolicamente, o nome mais repetido por Alckmin nos eventos é o de Serra. (O “Paulo” que aparece ali é do Estado de São Paulo)

Há menções ao seus colegas de chapa que disputam o Senado, Orestes Quércia (PMDB) e Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), além de afagos ao seu vice, Guilherme Afif Domingos (DEM). Mas nada que se compare ao reforço que faz ao nome do candidato tucano à Presidência.
Alckmin, autodeclarado soldado de Serra, vem defendendo com afinco que a “infantaria” bata de porta em porta para elegê-lo. Trabalho, segundo os tucanos, de “formiguinha”.

Nenhum comentário: