Total de visualizações de página

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Programa na TV destaca currículo de Serra


Candidato Tucano a presidência defendeu ampliação do Bolsa Família.Ele criticou a saúde,mas disse que Brasil"avançou em algumas coisas".

O programa partidário do PSDB na televisão exibido na noite desta quinta-feira (17) foi dedicado a apresentar o currículo do candidato do partido à Presidência da República, José Serra. Nenhum outro político tucano foi mostrado no programa, que durou dez minutos.

Logo na abertura, o tucano defendeu a ampliação do Bolsa Família, uma das principais vitrines do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e o investimento no ensino técnico e profissionalizante.

Não houve referências diretas a adversários. "Tem gente que gosta de falar, o Serra gosta de fazer", disse o locutor do programa ao introduzir as realizações do tucano como ministro da Saúde no governo de Fernando Henrique Cardoso.

O ex-governador de São Paulo encerrou o programa com críticas à saúde, educação e segurança, mas evitou ataques ao governo.

"O Brasil avançou em algumas coisas, mas ainda falta muito por fazer. A saúde pública está ruim, a educação precisa melhorar muito, a segurança em muitos lugares está péssima e as drogas são um verdadeiro pesadelo para as famílias. Isso tem que mudar. Nosso país pode melhorar muito se o governo cumprir melhor a parte dele: prestar bem os serviços que as pessoas tanto precisam e dar apoio e oportunidade pra quem quer trabalhar, melhorar de vida, subir na vida", disse, encerrando o programa com seu slogan "o Brasil pode muito mais".

Currículo

O tucano foi apresentado como marido, pai e "avô coruja". Em seguida, foi mostrada sua trajetória pessoal e política, desde a infância "num bairro operário de São Paulo" até a juventude quando "foi para a rua enfrentar a ditadura". A peça também procurou apresentar Serra de maneira informal. "Esse é o Zé Serra, um sujeito simples, de bem com a vida, de bem com seu povo", apresentou o locutor.

Ele foi citado como o deputado que "mais aprovou projetos importantes para o país", senador "mais votado do Brasil", "único governador na história de São Paulo eleito no primeiro turno" e ex-ministro da Saúde "considerado o melhor que o Brasil já teve". "Um governante testado nas urnas e aprovado pelo povo", destacou o programa.

O relato sobre a trajetória de Serra foi intercalado com depoimentos de pessoas afirmando que o tucano é "um cara trabalhador" e que têm "muita experiência". O programa destacou ainda realizações de Serra como ministro - como os medicamentos genéricos e mutirões da saúde, como prefeito e como deputado.

"Foi o Serra que criou o maior patrimônio dos trabalhadores brasileiros, o FAT, Fundo de Amparo ao Trabalhador. O dinheiro do seguro desemprego vem do FAT. O FAT fornece recursos para o Pronaf, o programa de agricultura familiar que banca os cursos de qualificação profissional que são oferecidos de graça por sindicatos, prefeituras e até governos de estado", destacou o programa.

Por G1

Nenhum comentário: