Total de visualizações de página

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Candidata do PT volta a mentir em campanha antecipada


“É um dano irreparável” diz Sérgio
Guerra, presidente nacional do PSDB


O programa partidário do PT transmitido nesta quinta-feira em cadeia de rádio e televisão não surpreendeu ao PSDB. "Nós já tínhamos avisado mais de uma vez. O PT e a sua candidata mentem e desrespeitam a lei faz tempo, não foi a primeira vez nem será a última", lamenta Sérgio Guerra.

"É um dano irreparável", acrescenta o Senador, lembrando que o desrespeito a lei não mais poderá ser compensado por nenhuma ação judicial uma vez que os petistas já utilizaram todos os espaços previstos para a propaganda partidária deste ano. "É grave para um partido que está no governo e deveria dar o exemplo", diz Guerra.

O senador lembra ainda, que a candidata assumiu como novidade o programa Luz para Todos, criado no governo do PSDB, com o nome de Luz no Campo, com o objetivo de universalizar a energia elétrica para todos os brasileiros.

LUZ NO CAMPO

Apesar do programa petista conferir a maternidade da ação Luz para Todos à pré-candidata, o que houve foi que ela simplesmente rebatizou o Luz no Campo, criado em dezembro de 1999 pelo governo do PSDB.

A ex-ministra pode estar apostando em eventual falta de memória do povo brasileiro, uma vez que quando estava à frente do Ministério de Minas e Energia as informações sobre o Luz no Campo foram apagadas do site do MME. Para mostrar a verdade, o PSDB resgatou reportagens publicadas no portal do MME ( veja arquivo abaixo)

No dia 01 de dezembro de 1999, uma notícia dizia: "Luz no Campo vai levar energia para 1 milhão de famílias". Em 03 de janeiro de 2000, outra matéria: "Tourinho lança Luz no Campo na Bahia".

O Luz no Campo surgiu para suprir a falta de energia que assolava o Brasil, um dos principais motivos da migração do campo para a cidade. No governo do PSDB, o problema começou a ser atacado. As residências com luz elétrica passaram de 70% para 90%, e no final de 2002 o projeto tinha atendido 419 mil famílias beneficiando cerca de 2,08 milhões de pessoas. Na atual gestão petista, o número de residências com energia elétrica cresceu irrisórios 6%.

MANIPULAÇÃO DE DADOS

O senador Álvaro Dias (PR) definiu a exibição como uma forma de "subestimar a inteligência nacional valendo-se da manipulação de dados". Para o senador, a ex-ministra e o seu partido atuam movidos por uma sensação de impunidade.

"É a campanha eleitoral escancarada, estimulada pela impunidade. O PT cometeu uma violência contra a legislação eleitoral do país, desdenhou da Justiça Eleitoral", condena. "Além disso, o programa do PT representou a consagração da mentira", critica o senador.

O deputado Gustavo Fruet (PR), líder da minoria, considera a comparação de Dilma Rousseff com o líder sul-africano Nelson Mandela "puro ufanismo", lamenta. "Daqui a pouco vão compará-la à madre Tereza de Calcutá (um dos símbolos do voluntariado e da solidariedade no mundo). Além disso, fica claro o desrespeito à história das pessoas que morreram pela democracia", critica.



Fonte: Agência Tucana

Nenhum comentário: