Total de visualizações de página

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Homem público e cidadão


Por Alberto Mourão

Sabe-se que o melhor prefeito é aquele que não se distancia da sua comunidade, aquele que vive o dia a dia, vai à padaria e ao açougue, caminha pelas ruas e vivencia a dificuldade de seus munícipes. Entendo que é preciso pensar como um cidadão comum para lutar por um país melhor.

O bom homem público é aquele que, na cadeira do poder, sufoca suas preferências pessoais para priorizar o que pode e deve ser feito em favor da população. E sua vivência do cotidiano dos moradores de sua cidade faz com que saiba exatamente o quê deve ser feito.

Se, como homem, prefere o setor de Esportes, mas sabe da responsabilidade de seu cargo, não vai inverter a prioridade daquele momento do município e saberá onde e como investir os recursos públicos, na obra ou serviço que mais a população necessita.

Não há ligação política mais forte que essa entre prefeito e cidadão, quando o homem público é sensível e ciente de suas responsabilidades. É por isso que Franco Montoro bem dizia: é na rua da cidade que o homem mora, não na do Estado ou da União.

Quando esse homem assume outras funções na vida pública, essa sua ligação com a vida do cidadão comum será essencial para exercer melhor outros papéis aos quais se dispôs desempenhar e para os quais foi eleito.

Nenhum comentário: